Estudo sinaliza que acampar pode regular a rotina de sono

Segundo um estudo publicado recentemente por pesquisadores da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, a prática de acampar e dormir ao ar livre é capaz de auxiliar o organismo humano a regularizar o relógio biológico e ter um sono mais constante e correto.

 

Entre os tópicos abordados na pesquisa, foi determinado que a exposição do corpo à luz natural auxilia no processo de sincronização ao ritmo circadiano. Atualmente, sabe-se que as pessoas que permanecem expostas à luz artificial por muito tempo acabam desenvolvendo a tendência de dormir tarde e a manter ciclos de sono frágeis.

 

Para estudar melhor essa teoria, o pesquisador Kenneth Wright acompanhou um grupo de oito pessoas que foram acampar na região das Rocky Mountains por cerca de 15 dias. Nesse período, esse grupo permaneceu quatro vezes mais exposto à luz solar do que as pessoas que possuem uma rotina urbana, que inclui trabalho e estudo dentro de ambientes com iluminação artificial.

 

Após uma semana dormindo nas barracas a céu aberto e bastante expostos à luz natural e também à luz de fogueiras, o grupo de pessoas acampando ajustou plenamente o seu relógio biológico ao relógio do meio ambiente. Dessa forma, eles começaram a acordar bem mais cedo e a dormir cedo, além de apresentar um quadro de sono mais profundo.

 

As mudanças percebidas não foram apenas no comportamento do sono, mas também nos níveis de melatonina, que é o hormônio produzido pelo corpo humano durante a noite e que está diretamente ligado a uma rotina de sono regular. Kenneth Wright percebeu que o organismo das pessoas que estavam passando mais tempo em contato com a natureza começava a produzir melatonina até duas horas antes daqueles que vivem no meio urbano.

 

A conclusão do estudo para os pesquisadores é de que, com a expansão do abastecimento de energia elétrica ao longo do século XX, as pessoas foram perdendo o hábito de pegar sol e começaram a passar cada vez mais tempo dentro de ambientes fechados. Contudo, com a adoção de pequenas mudanças, como uma permanência maior sob a luz do sol da manhã, não cansar os olhos lendo livros e notícias tarde da noite e se afastar da luz artificial próximo ao horário de dormir, já é possível manter uma rotina de sono muito mais regulada e saudável.

Somente 0,17% dos smartphones Android no Brasil têm algum vírus

Boas notícias para quem tem aparelho Android. O Google divulgou o Relatório de Transparência em Segurança do Ecossistema Android. De acordo com o documento, somente 0,17% dos dispositivos móveis com o sistema operacional presentes do Brasil possuem ao menos uma aplicação maliciosa instalada.

A baixa incidência se deve ao Play Protect, sistema que vistoria milhões de smartphones em todo o planeta em busca de PHAs (Aplicativos Potencialmente Nocivos). Entre os PHAs estão malwares e outras aplicações com características maliciosas, capazes de roubar dados e comprometer o desempenho do dispositivo.

O percentual de 0,17% de refere-se ao evidenciado no mês de setembro de 2018. Fazem parte os smartphones com sistema Android com Google Play atualizado. No trimestre anterior esse percentual era de 0,25%. Em 2017, o maior índice foi registrado em dezembro, com 0,37% de PHAs identificados e eliminados.

Dos 10 países com maior utilização da plataforma, o Brasil está entre os mais seguros. Entre as nações mais contaminadas por aplicações danosas estão a Indonésia e Índia. A estimativa global do Google é que 0,65% dos aparelhos com o sistema operacional possam estar contaminados com algum tipo de PHA. A Indonésia apresentou índices de 1,08% em dezembro de 2017.

O relatório

O relatório está disponível no site Transparency Report, criado em 2010 pelo buscador. A partir do endereço é possível visualizar estatísticas de segurança da plataforma, atualizadas trimestralmente. O relatório exibe a situação da segurança da plataforma nos principais países que utilizam suas diferentes versões.

De acordo com o Google somente 0,09% dos smartphones Android no planeta que utilizam somente o Google Play para o download de arquivos são alvos de algum PHA. No caso dos dispositivos que utilizam outras fontes para baixar as aplicações, o percentual sobre para 0,61%.

A versão mais insegura do Android é o Lollipop com o percentual de 0,66% de incidência de PHAs. De acordo com o relatório, quanto mais recente a versão, mais segura ela é. O Google garante que a plataforma é segura e que os casos de vírus são muito raras, especialmente para os usuários que somente utilizam o Google Play para o download de aplicações.

Em nota no blog oficial, o Google afirma que atua para proteger os dispositivos Android, não importando a origem dos aplicativos nele instalados.

Cachorros podem ser treinados para identificar a malaria antes dos sintomas

Malária é uma doença parasitária causada pelo mosquito. Em casos brandos, ela causa fadiga, dor de cabeça e vômitos. Em quadros mais severos, pode deixar uma pessoa em coma e levar a óbito. É de extrema importância diagnosticar a doença antes dos sintomas surgirem. Isso sempre foi um dos grandes desafios dos médicos e cientistas. A novidade é a descoberta de um método de identificação bem diferente. Cachorros podem ser treinados para detectar indivíduos infectados.

De acordo com os cientistas, chefiados por Steve Lindsay, do Departamento de Biociências da instituição, cães farejadores foram capazes de descobrir a infecção parasitária cheirando vestimenta de crianças, principalmente meias. Os pesquisadores destacaram que o mais importante é o fato do diagnóstico ser rápido e não invasivo. Algo inédito no processo de detecção da malária.

Steven Lindsay explicou que essas descobertas ainda estão em fases de testes e logo serão divulgado mais notícias. No entanto ele afirmou sobre a precisão e confiabilidade dos cachorros nesse trabalho. No dia 29/10/2018, no Encontro Anual da Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene em Nova Orleans, nos Estados Unidos, Lindsay apontou os diversos benefícios que isso pode trazer. Destacou que esse método fácil e rápido pode evitar que países que se declararam livres da doença voltem a sofrer com ela. Pois, os animais podem identificar a infecção em pessoas que não sabem que possuem.

Os materiais para os cães farejarem foram coletados na África, em 175 crianças, de aparência saudável, de 4 a 14 anos. Os três cães, no Reino unido, identificaram que aproximadamente 17% das crianças possuíam a infecção. A equipe de cachorros foi composta por um golden retrivier, um springel spanel e um labrador. O índice de acerto foi de 90%. James Logan, chefe do Departamento de Controle de Doenças, Reino Unido, e coautor do estudo, disse que eles conseguiram demonstrar que cães conseguem identificar quadros infecciosos através do odor corporal das pessoas.

Os cientistas responsáveis pelo projeto acreditam na utilidade dos cachorros nos locais de entrada, como portos de navio e outros pontos. De forma bastante semelhante como os cães já são usados para detectar alimentos, armas, explosivos e drogas.

Medindo o Empreendedorismo

Posted by ORN on November 20, 2018 in Posts | Short Link
No Comments on Medindo o Empreendedorismo

Apesar do exposto, continua a existir um forte impulso, particularmente entre os profissionais de desenvolvimento empresarial, para medir o empreendedorismo de alguma forma. Essas tentativas de medição podem variar de simples listas de verificação até programas de computador complexos e detalhados. Essa necessidade de definição e medida de empreendedorismo é porque, por mais definido que seja, o empreendedor é a chave para o sucesso e notícias do lançamento de qualquer negócio.

Ele ou ela é a pessoa que percebe a oportunidade de mercado e, em seguida, tem motivação, motivação e capacidade de mobilizar recursos para alcançá-la. As principais características dos empreendedores que foram listadas por muitos comentadores incluem o seguinte.

Auto confiante e multi-qualificado. A pessoa que pode ‘fazer o produto, comercializá-lo e contar o dinheiro, mas acima de tudo, eles têm a confiança que permite que eles se movam confortavelmente por águas desconhecidas’.

Confiante em face de dificuldades e circunstâncias desanimadoras.

Habilidades inovadoras. Não é um ‘inventor’ no sentido tradicional, mas alguém que é capaz de criar um novo nicho no mercado, muitas vezes invisível para os outros.

Orientado para resultados. Tornar-se bem-sucedido requer o impulso que somente advém de estabelecer metas e alvos e obter prazer em alcançá-los.

Um tomador de risco. Ter sucesso significa assumir riscos medidos. Freqüentemente, o empreendedor de sucesso exibe uma abordagem incremental para assumir riscos, em cada estágio, expondo-se a apenas uma quantidade limitada e medida de risco pessoal e passando de um estágio para outro à medida que cada decisão é provada.

Compromisso total. O trabalho duro, a energia e a mentalidade única são elementos essenciais no perfil empreendedor.

No entanto, dois avisos precisam ser anexados a essa lista parcial de qualidades empreendedoras.

Em primeiro lugar, a seleção de indivíduos para treinamento em desenvolvimento empresarial por meio de um conjunto de atitudes e habilidades não garante, de maneira alguma, o sucesso do negócio.

Em segundo lugar, as características empreendedoras necessárias para iniciar um negócio com sucesso não são, freqüentemente, aquelas necessárias para o crescimento e, ainda mais frequentemente, não são necessárias para gerenciá-lo, uma vez que ele cresce para qualquer tamanho. O papel do empreendedor precisa mudar com o negócio à medida que se desenvolve e cresce, mas muitas vezes ele ou ela não é capaz de fazer a transição.

Visionários e gerentes.

Guilherme Paulus pensa em criar marca para o grupo GJP com seu novo hotel de luxo

Sempre muito ativo, aberto a desafios e apaixonado por seu ramo de atuação, Guilherme Paulus decidiu investir em mais um empreendimento para somar ao seu vasto portfólio de sucesso. Desta vez, São Paulo foi a cidade escolhida para abrigar seu novo hotel de luxo.

O endereço nobre da propriedade é na Avenida Cidade Jardim, a poucos metros de distância da Avenida Faria Lima, mais precisamente no edifício que por longos anos sediou a agência publicitária DPZ. O empresário pretende inaugurar as atividades de seu negócio entre 2020 e 2021.

Sua sofisticada propriedade contará com mais de 60 apartamentos, ambiente próprio para a realização de eventos, restaurante e rooftop. A bandeira do hotel luxuoso ainda não foi revelada, porém é notório que uma nova marca hoteleira vem sendo idealizada para integrar o grupo GJP, uma das maiores redes do setor hoteleiro do país. Contudo, o município de São Paulo não parece ser o único objetivo do . É possível que esta nova marca venha a ser estabelecida, futuramente, também na cidade do Rio de Janeiro.

A GJP Hotels & Resorts, uma das empresas dirigidas por Guilherme Paulus, possui seus principais hotéis de luxo localizados na Serra Gaúcha, o Wish Serrano Resort e o Saint Andrews Gramado. Além da marca Wish, classificada como 5 estrelas, o grupo também conta com as marcas Prodigy, de 4 estrelas, e Linx, de hotéis econômicos.

Como sócio-fundador da agência de viagens CVC, Guilherme Paulus fundou a GJP Hotels & Resorts, em 2005, para comandar sua futura rede hoteleira iniciada com o Hotel Serrano, localizado em Gramado – RS, adquirido em 1995 para suprir a demanda gerada pelos clientes da CVC Turismo. Atualmente, o empresário segue atuando como presidente da rede hoteleira e como membro do Conselho Administrativo da CVC Corp, apesar de tê-la vendida ao grupo americano Carlyle.

O histórico repleto de conquistas e know-how na área turística/hoteleira transformou Paulus em uma das mais importantes referências brasileiras. No país, Guilherme Paulus foi reconhecido com títulos e premiações como “Empresário do Ano” no setor de Serviço, “Executivo de Valor”, “Personalidade do Ano” e “Revolucionário das Relações de Consumo”. Entretanto, seu reconhecimento ultrapassa as fronteiras do Brasil. Diante de sua contribuição com o turismo em solo estrangeiro, Guilherme Paulus recebeu homenagens de diferentes cidades das Américas como Miami (Estados Unidos), Cancun (México), Buenos Aires e Bariloche (Argentina) e Isla Margarita (Venezuela), e também do Governo Frances por incentivar o turismo nessa região do continente europeu.

Tags: ,

Carlos Alberto de Oliveira Andrade: Destacando um feito excepcional

No mundo dos negócios modernos, o talento é extremamente importante. Pessoas talentosas podem fornecer o tipo de visão importante necessária para concretizar a visão de qualquer empresa. Uma pessoa que entende bem isso é o empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, ele traz um currículo impressionante para o papel de proprietário do grupo CAOA. Nesta capacidade, ele começa a pensar sobre o que ele poderia fazer e como iniciar seu próprio negócio. Como resultado, ele traz perspectiva única para o mundo dos negócios e como ele pode ter um impacto e alcance global. Ele conseguiu trazer o grupo CAOA à vida e mostrar o que pode ser feito para encontrar o tipo de talento global que ele representa.

 

Empreendedores esforçados são recompensados com mais oportunidades e uma chance de alcançar mais pessoas no mercado. Foi o que aconteceu com Carlos Alberto de Oliveira Andrade, o único responsável pelo Grupo CAOA. Antes de se tornar proprietário do Grupo CAOA , Carlos Alberto de Oliveira Andrade era um médico trabalhador na Paraíba. Em 1979, ele teve a ideia de encomendar um novo veículo, que era um Ford Landau. Ele trabalhou com a Vepel, uma concessionária local, esperando que o veículo chegasse a tempo. No entanto, ele descobriu mais tarde que o Vepel faliu e ele não será capaz de colocar as mãos no veículo que ele pediu.

 

Como compensação pelo transtorno que ele experimentou, o dono da Vepel decidiu dar-lhe toda a concessionária e sinalizou o início de sua carreira na indústria automobilística. Ele mudou o nome da concessionária, referindo-se a ela como o Grupo CAOA . Ele também começou a se concentrar na distribuição de várias marcas de veículos, como Chery, Ford, Subaru e Hyundai. Ele disse que esses veículos estão em demanda, especialmente para aqueles que estão na classe média. Ele também lançou uma fábrica em Anápolis, onde a maioria dos veículos da Chery e da Hyundai são fabricados. A partir de setembro de 2017, ele também conseguiu adquirir 51% da Chery Brasil , controlando mais da metade da empresa. Ele também renomeou a marca do veículo para Chery CAOA, nomeando-a depois de seu negócio.

 

O sucesso de Carlos Alberto de Oliveira Andrade na indústria automobilística é uma prova de seu trabalho árduo. Depois que ele adquiriu a concessionária, ele começou a ler sobre como funciona uma concessionária e o que ele deveria esperar em um negócio que foca principalmente em automóveis. Depois que ele conseguiu assumir o controle da concessionária, ele também derramou seu coração no negócio e, finalmente, ele foi capaz de controlar como a concessionária iria crescer. Carlos Alberto de Oliveira Andrade é um empreendedor brilhante, pois conseguiu transformar a concessionária de uma armadilha na falência em uma das principais concessionárias da Ford na América do Sul. Foi um feito excepcional, especialmente para aqueles que estão no negócio.

 

Devido à capacidade da organização de atrair um grande número de clientes, o Grupo CAOA conseguiu expandir sua riqueza significativamente em comparação com outros gestores de patrimônio da indústria automobilística.

Tags: , ,

Saiba mais sobre o perfil corporativo da JHSF e suas atuações nos mais variados segmentos

Em operação desde o ano de 1972, a JHSF nos dias atuais se mostra presente em seguimentos de ordens variadas. Considerada destaque perante o setor imobiliário, sobretudo no filão de mercado que atende demandas de alta renda, atua em incorporações de naturezas residencial e comercial, administração de shopping centers, aeroporto internacional executivo e hotéis de luxo. Presente em três estados, a JHSF é frequentemente lembrada por suas atuações nas capitais Manaus, Salvador e São Paulo, onde concentra parte significativa de seus empreendimentos.

Desde o ano de 2007 a organização opera com capital aberto, de modo que possui ações negociáveis no Novo Mercado presente na BM&F Bovespa. Além disso, a holding também realizou modificações em seu modo de operação para se adequar à realidade econômica brasileira. Assim sendo, implantou projetos voltados à área de rendas consideradas recorrentes, expandindo seu leque de atuações.

Dentre as realizações da JHSF está o fato do grupo empresarial ter elaborado e executado o projeto que deu origem ao primeiro shopping center operante em uma estação de metrô. O ano de 2007 também foi bastante decisivo para a organização pelo fato de datar a aquisição da grife Fasano, integrando serviços hoteleiros à companhia.

Outro empreendimento que chama a atenção dentre as realizações da JHSF é o Cidade Jardim, um shopping que foi projetado de modo com que todas as lojas ali presentes ficassem voltadas ao jardim existente no local, sendo o primeiro do gênero a céu aberto no estado de Estado de São Paulo.

Em 2008, contudo, foi a vez do segmento imobiliário corporativo ser contemplado com mais um empreendimento do grupo. Nesse caso houve a construção do Cidade Jardim Corporate Center, um conjunto de prédios destinados a implantação de escritórios empresariais em suas dependências. Entre as últimas realizações da JHSF desponta a inauguração do Aeroporto Catarina, em operação na capital paulista desde 2017.

A visão empreendedora de Carlos Alberto de Oliveira Andrade que tem reformulado o setor automobilístico, segundo especialistas da área

No dia 5 de agosto, o empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, fundador da CAOA (maior distribuidor e fabricante de automóveis da América Latina, representado pelas marcas Ford, Subaru, Hyundai e Chery no Brasil), concedeu uma entrevista ao jornalista Boris Feldman, especialista em veículos desde 1966, âncora de programas com temática automobilística.

Durante a carreira de Feldman, ele se destacou por ter elaborado e produzido o programa “Vrum”, com transmissão nacional pela emissora SBT, de modo que já vinha amparado por uma longa trajetória de 20 anos como editor de notícias automotiva, onde desenvolveu suas manchetes através do programa “Auto Papo”, da rede Bandeirantes de Televisão. Seguindo tal, em meio a uma entrevista para o Portal Auto Papo com o empresário Carlos Alberto de Oliveira Andrade, encabeçada pelo seguinte título, “O sonho do Dr. Caoa”. Nessa matéria foram abordadas as iniciativas promulgadas pelo empresário, que se intitula Doutor, pelo fato de além de executivo, ele também ser formado em medicina. E com isso, são abordados alguns entendimentos e possíveis sentimentos como podem ser o rumo automobilístico, em uma entrevista dada em 2012.

De acordo com seu relato, ele destrincha uma conversa a qual propõe o fato de o Dr. Caoa provocar muitas controvérsias no setor automobilístico brasileiro, já que não se contentando apenas com a importação e comercialização de automóveis, o Grupo Caoa se destaca pela instalação de uma fábrica em Goiás, mais especificamente em Anápolis. Além disso tudo, é detentor de uma licença dada por ninguém menos que a própria Hyundai para fabricar caminhões de modelo HR e HD 78, e também montar a versão mais antiga da Tucson e investir pesado na produção da nova iX35 nos meses seguintes. E para provocar ainda mais, o Dr. Caoa, enfatiza seu sonho, que é o de construir um carro nacional.

E com o desenvolvimento da entrevista, foi possível questionar o empresário Carlos Aberto de Oliveira Andrade a respeito de seu suposto sonho, o qual foi prontamente respondido com um planejamento que já se encontra em processo de montagem, cujo escritório de design responsável, localizado na Itália já estar desenvolvendo um modelo moderno de carroceria para a plataforma do Tucson. Segundo o próprio empresário, já existe uma negociação correndo com a Fiat para a implementação de um motor nacional para agregar ao carro, e com isso, não tem vergonha de confessar sua estratégia nada convencional de copiar modelos já existentes e no futuro os lançando como sendo seus, cuja comparação foi feita dos coreanos para com os japoneses, em que se copiou produtos já feitos por um país e em seguida os lançando como sendo inteiramente seus.

E para finalizar a entrevista, Boris Feldman questionou Carlos Aberto de Oliveira Andrade a respeito de que seria possível o próprio Dr. Caoa se tornar o João Gurgel que “deu certo”. E para tal, a resposta obtida seis anos depois dessa entrevista de 2012, agora já em 2018, literalmente provocou um sentimento de sucesso e orgulho, pois o mesmo confessa sem vergonha nenhuma ao dizer que foi possível sim ser comparado à João Gurgel, de modo que não precisou copiar outros modelos de carro, mas sim, obter êxito no comando e controle da Chery no Brasil, manteve a parceria com os chineses como sócios e a fabricação contínua de seus modelos e os da Hyundai em Jacareí e Anápolis.

Portanto, Feldman, como um especialista do setor automobilístico graduado em jornalismo e engenharia elétrica e mecânica, descreve Carlos Aberto de Oliveira Andrade não como um aventureiro, já que ele possui uma larga experiência na área em que atua, diretamente sobre todas as partes de integração de uma empresa automotiva e sendo um grande responsável pela expansão da indústria no Brasil.

Guilherme Paulus deseja se tornar o principal nome da hotelaria no país

Após vender a lucrativa operadora de viagens CVC ao fundo norte-americano Carlyle, em 2009, o empresário Guilherme Paulus embolsou cerca de R$ 1 bilhão, o que foi o suficiente para colocá-lo na lista de bilionários do país elaborada todos os anos pela Forbes Brasil. Atualmente, a fortuna do empresário dobrou, e já está estimada em R$ 1,9 bilhão, o que para a grande maioria das pessoas, seria o bastante para se aposentar e viver uma vida de conforto e luxo.

Contudo, o empresário, mesmo após os 65 anos, não pensa em parar e agora tem o objetivo de se tornar o maior empreendedor do ramo hoteleiro no país. Para isso, Guilherme Paulus se dedica ao comando da rede GJP, empresa que foi nomeada com as suas iniciais, e que tem crescido bastante nos últimos anos, tendo cerca de R$ 500 milhões em ativos.

Em 2014, o conjunto de hotéis da GJP teve um faturamento se mais se R$ 100 milhões, o que segundo o empresário, foi possível graças ao estilo diversificado dos hotéis, que conta com estabelecimentos cinco estrelas e também com alternativas mais econômicas, todos prezando a alta qualidade a satisfação dos hóspedes. Entre os destaques da rede, é possível citar o Sheraton Bahia Hotel, em que o empresário optou por utilizar essa bandeira reconhecida mundialmente para atrair os turistas estrangeiros, mesmo tendo que pagar uma parcela em royalties por isso.

https://www.facebook.com/guilhermejesuspaulus

O objetivo se Guilherme Paulus a curto prazo é expandir a rede GJP por todo o Brasil através da inauguração de novos hotéis, de 3, 4 e 5 estrelas. Nessa empreitada, o empresário conta com o apoio de um grupo de investidores que está disposto a injetar capital nesse ambicioso plano de negócios criado por ele.

Mesmo em tempos de crise e instabilidade econômica, Guilherme Paulus acredita que os brasileiros não deixam de viajar, e que apenas mudam de destino, escolhendo opções mais próximas e econômicas. Desse modo, ele defende fielmente que o turismo no Brasil ainda tem muito o que evoluir e acredita que isso irá se concretizar nos próximos anos.

Para se ter uma ideia, o turismo representa cerca de 9% do PIB a nível mundial. Em contrapartida, no Brasil, o setor movimenta somente 3,5% das riquezas produzidas em solo nacional, um índice considerado baixo mas que segundo os analistas de mercado, garante um potencial de crescimento futuro, o que é uma excelente oportunidade para todos os ramos da indústria que trabalham com esse segmento.

Otimista em relação ao futuro, Guilherme Paulus tem se dedicado a expansão e revitalização dos seus estabelecimentos, de olho nas oportunidades futuras que devem surgir a curto prazo. Entre os hotéis que estão em alta da rede GJP, estão o Saint Andrews, formado por 11 suítes de luxo, e o Prodigy Hotel Santos Dumont Airport, o qual foi inaugurado em 2015 e se encontra bem ao lado do aeroporto doméstico da capital carioca, com uma estrutura de mais de 300 quartos e um amplo centro de convenções que comporta até mil pessoas.

Tags: , ,

O sistema jurídico e como está organizado

O Brasil é uma República porque o Chefe de Estado é eleito pelo povo por um período de tempo especificado

O Brasil é uma República Federativa Presidencial composta pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios, na qual o exercício do poder é atribuído a órgãos distintos e independentes que estão sujeitos a um sistema de saldos para garantir o cumprimento das leis da Constituição.

O país é uma república porque o chefe de Estado é eleito pelo povo por um determinado período de tempo. É presidencial porque o presidente da República é o chefe de Estado e também o chefe de governo. É federado porque os estados têm autonomia política.

Tem um sistema multipartidário, ou seja, permite a formação jurídica de várias partes. Um partido político é uma associação livre de pessoas que compartilham os mesmos ideais, interesses, objetivos e doutrinas políticas e têm o objetivo de influenciar e participar do poder político.

A União está dividida em três poderes independentes equilibrados entre si. Eles são o Legislativo, que elabora leis; o Executivo, que atua na execução de programas ou prestação de serviços públicos; e o Judiciário, que resolve conflitos entre cidadãos, entidades e o Estado.

Assim como os EUA, o Brasil é uma federação de 26 estados independentes e do Distrito Federal, onde fica sua capital, Brasília. Cada estado pode criar suas próprias leis, desde que não entrem em conflito com a legislação federal. Existem três níveis de governo: federal, estadual e municipal. Cada nível é dividido em três ramos independentes: executivo, legislativo e judiciário.

Os cidadãos elegem seus representantes para os poderes executivo e legislativo, enquanto os juízes são escolhidos por meio de concursos públicos abertos (ou nomeações políticas, para tribunais superiores).

Os legisladores do Brasil são eleitos por meio de um sistema proporcional. Em teoria, se um partido obtiver 20 por cento dos votos para o conselho municipal ou estadual ou para o Congresso Nacional, ele deverá receber 20 por cento dos assentos. Mas o sistema do Brasil permite coalizões legislativas. Isso significa que várias partes podem unir forças para formar uma “super festa”.

Copyright © 2016-2019 Falando de Frente All rights reserved.
This site is using the Shades theme, v2.4.1, from BuyNowShop.com.