Uma visão sobre o sistema legal

Posted by ORN on September 14, 2018 in Posts | Short Link

Os litigantes brasileiros no processo jurídico devem pagar os custos de contencioso incorridos durante o processo até que a sentença final seja proferida pelo tribunal de primeira instância. Por exemplo, um autor deve antecipar as taxas de depósito e os custos para efetuar o serviço do processo. Um réu também irá incorrer em custos de depósito se eles reivindicarem um pedido reconvencional. Ambas as partes geralmente compartilham os custos das testemunhas especialistas, a menos que apenas um litigante requeira a evidência específica.

Um demandante que não seja residente no Brasil e não possua bens imóveis deve depositar um título que seja suficiente para cobrir as custas judiciais e os honorários advocatícios do réu concedidos pelo tribunal no caso de o processo não ser bem-sucedido. Um vínculo não é necessário para confirmar uma sentença estrangeira ou sentença arbitral ou nos casos em que o autor detém um título que pode ser diretamente executado (executado) perante os tribunais brasileiros, como uma nota promissória.

A parte vencida em um litígio brasileiro deve reembolsar a parte vencedora pelos custos incorridos ao longo do processo, tais como taxas de registro, processo de processo e especialistas indicados pelo tribunal.

A parte vencida também deve pagar os honorários advocatícios ‘concedidos pelo tribunal’, que variam de 10% a 20% do prêmio. A este respeito, honorários advocatícios judiciais não são os custos reais incorridos com advogados (honorários legais contratuais), mas sim uma porcentagem baseada no valor em disputa,

Processos judiciais: de iniciar processos a decisões judiciais.

Durante a fase de petição, as partes trocam as petições escritas (reclamação inicial, defesa, resposta e tréplica). Isso normalmente leva de seis a 12 meses para ser concluído. Se o juiz julgar que as provas apresentadas pelas partes são suficientes, elas poderão proferir sua decisão final dentro deste prazo.

No entanto, a maioria dos casos comerciais exige exames de especialistas técnicos ou o depoimento de representantes das partes e testemunhas factuais (fase probatória). Nestes casos, onde uma audiência de prova é agendada (e dependendo do protocolo do juiz), uma sentença final pode ser proferida dentro de 18 a 24 meses após a queixa inicial ser apresentada.

Copyright © 2016-2018 Falando de Frente All rights reserved.
This site is using the Shades theme, v2.4.1, from BuyNowShop.com.