Flavio Maluf – conheça a história do presidente do Grupo Eucatex

Flavio Maluf possui uma história profissional interessante. Ele é o atual presidente do Grupo Eucatex, referência no mercado de chapas, painéis, portas, pisos e tintas. Conheça um pouco da trajetória do executivo e da empresa que comanda.

Quem é Flavio Maluf?

É um empresário brasileiro nascido em São Paulo em Dezembro de 1961 e formado em engenharia mecânica pela FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado. Mou nos Estados Unidos por um ano e lá estudou administração na conceituada Universidade de Nova York – NYU.

Em 1987 iniciou sua carreira no Grupo Eucatex, mas não como presidente. Durante anos passou por diferentes setores da empresa até chegar ao cargo mais alto. Em primeiro momento ficou alocado na área de Trade e logo destacou-se. Passado alguns anos migrou para o setor industrial em que permaneceu até 1996. Foi quando seu tio, na época presidente do grupo, sugeriu que ele fizesse parte do corpo de executivos da Eucatex.

Seu bom desempenho e sucesso em suas ações fizeram com que seus familiares e executivos entrassem em acordo e em 1997 Flavio chegou à presidência do Grupo Eucatex, cargo que ocupa até hoje. Sua gestão ficou marcada pela inovação, com investimentos fortes para lançar produtos modernos no segmento que atua e em novos segmentos.

Flavio Maluf casou-se em 1986 com Jacqueline de Lourdes Coutinho Torres. Juntos tiveram 3 filhos. A mais velha formou-se em Engenharia Química em Londres; o do meio formou-se em administração pela FAAP e o mais novo, está se preparando para cursar engenharia na Inglaterra e seguir os mesmos rumos do pai.

Segundo o próprio Flavio, seu perfil profissional é agressivo, de alguém que busca a perfeição e bons resultados para a companhia todos os dias. Apesar de ser muito presente, ele não se considera centralizador. Em entrevista concedida ao site emobile.com.br, o executivo afirmou não desperdiçar oportunidades. Na ocasião falou sobre sua carreira, vida profissional e sonhos que pretende alcançar.

Além de suas responsabilidades como executivo, Flavio Maluf se mostra um grande filantropo, ajudando por meio de eventos beneficentes e voluntários. Recentemente colaborou com o Hospital e Maternidade Ídio Carli, antes Casa de Saúde Santa Emília.

Que empresa é o Grupo Eucatex?

A história da Eucatex começa em 1951 quando esta se mostra a primeira marca nacional a voltar seus esforços para um mercado até então inexplorado, o conforto ambiental e acústico. Também foi pioneira a utilizar o eucalipto como matéria-prima para seus produtos, na época, chapas e painéis de madeira.

A primeira fábrica foi inaugura em 1954 no interior de São Paulo, na cidade de Salto. Na unidade Chapas, como ficou conhecida, a empresa produzia forros acústicos e chapas soft de fibras de madeira. Pouco tempo depois passou a produzir chapas isolantes e acústicas.

A cidade de Salto recebeu também a segunda unidade fabril do Grupo Eucatex. Além das duas há outra unidade em Botucatu (SP). A medida com que o mercado foi exigindo, a marca evoluiu bastante e hoje atende as diferentes demandas das grandes indústrias, da construção civil e fabricantes de móveis de todo o país. Em nível internacional, a empresa exporta portas e chapas de aço.
Encontre Flavio no Twitter ou leia mais sobre ele em seu site: https://flaviomalufoficial.com/

Elementos importantes de comunicação

Existem três elementos necessários para conduzir uma comunicação, ou seja, o remetente, um meio (a plataforma sobre a qual a informação é conduzida) e um destinatário. O remetente é a pessoa mais envolvida com um entendimento completo das notícias que ele deseja transmitir. Por outro lado, o receptor não necessariamente sabe sobre o remetente e o assunto da informação que o remetente pretende entregar.

Tecnicamente, o processo de comunicação é dividido em três etapas principais. Isso inclui o pensamento, codificação e decodificação. O pensamento é o assunto da informação que existe na mente do remetente. Quando o remetente transforma seus pensamentos, idéias ou conceitos em discurso verbal ou uma mensagem escrita, isso é conhecido como codificação. A codificação refere-se à criptografia de ideias a partir da perspectiva do remetente. Quando a mensagem é recebida pelo destinatário, o destinatário a lê e entende. Ele pode traduzir as informações para entender melhor. Assim, a decodificação refere-se à interpretação da informação da perspectiva do receptor. Quando o receptor entende claramente as informações que lhe são enviadas, o processo de comunicação termina aqui.

A comunicação pode ser um processo unidirecional ou bidirecional. Quando as informações transmitidas pelo remetente são recebidas pelo destinatário, isso indica a conclusão de um processo unidirecional. Não é necessário que o destinatário responda ao remetente, mas se o destinatário formular uma mensagem em resposta à mensagem do remetente, a comunicação se torna um processo bidirecional. O conteúdo de mídia é um exemplo de comunicação unidirecional, na qual o receptor não é obrigado a responder de volta, mas ele apenas recebe as informações.

Tipos de comunicação:Existem diferentes tipos de informação. Os dois principais tipos são comunicação verbal e comunicação não verbal.

Comunicação verbal: A comunicação verbal é o compartilhamento de informações através da fala. Inclui as informações que as pessoas ouvem em rádios, televisões, telefones, discursos e entrevistas.

A comunicação verbal eficaz incorpora o uso de habilidades interpessoais . Fatores que contribuem para a eficácia da comunicação verbal são a clareza da voz e percepção e habilidades de escuta do destinatário. A comunicação verbal, se for conduzida em um loop de duas vias, é geralmente baseada em respostas imediatas.

“Desintoxicação digital” pode ser o segredo do sucesso para executivos

Alguns anos atrás, Tanya Goodin levou seu iPhone para ser consertado em uma loja da Apple e foi dito que ela tinha que deixá-lo lá durante a noite.

“Eu tive um colapso nervoso. Pânico total com a idéia de ficar sem o meu telefone, sentia palpitações no coração e suava frio”, disse Goodin, que na época estava trabalhando em uma agência de marketing digital na Grã – Bretanha.

Perturbada pela experiência, junto com o fato de que ela não tinha lido um livro em dois anos porque sua “concentração foi atingida em pedaços”, ela decidiu começar uma nova empresa, Time to Log Off , que agora executa desintoxicação digital em retiros no Reino Unido e na Europa.

Executivos, principalmente os que atuam nas áreas da mídia, serviços financeiros e direito, frequentam retiros. Eles concordam em desistir de seus smartphones durante a sua estadia, e passam muito tempo entrando em contato com a natureza, vivendo um pouco mais o presente e desabafando as pressões que lidam rotineiramente no trabalho. Muitos deles chegam a afirmar e reforçam o mito de que, se você não estiver conectado através de celulares, computadores, tablets e outros tipos de tecnologia, não estará fazendo um bom trabalho.

Na verdade, é necessário que os líderes de empresas desconectarem-se periodicamente para fazer bem o trabalho. Pesquisas mostram que distrações digitais intermináveis prejudicam sua capacidade de se concentrar, pensar criativamente e tomar decisões.

Somos bombardeados com informações o tempo todo. Distrações digitais constantes também minam sua capacidade de fazer outras partes importantes do seu trabalho: planejar o melhor curso para sua empresa, possibilitar inovações, resolver problemas e fazer com que as pessoas com quem você fala se sintam valorizadas e ouvidas.

Ficar sem telefone é difícil para a maioria das pessoas. No entanto, eventualmente, praticar essa experiência pode trazer vários benefícios e fortalecer o desempenho.

Alguns participantes do retiro, decidiram reestruturar seus negócios durante seu tempo longe de telefones. Outros, desenvolve a capacidade de pensar com mais profundidade apresentando ideias criativas. Além disso, ocupam seu tempo com atividades interessantes, lendo “livros reais”, praticando atividades como, ginástica, aula de culinária, meditação, sessões de massagens.

Como Goodin, Milena Regos, também decidiu iniciar uma empresa de desintoxicação digital chamada Unhustle . Regos percorreu um longo caminho desde a época em que dirigia uma agência de marketing, quando se sentava em frente a uma tela de computador 16 horas por dia e dormia com seu iPhone para o caso de surgir alguma coisa. Ela relatou o quanto a dependência digital prejudicou sua concentração.

De acordo com notícias recentes, nesses retiros, o hóspede se desintoxica completamente de todos os aparelhos eletrônicos – sem TV, sem música, sem telefone. Esses lugares oferecem ocupação o dia todo, melhorando a conexão com a vida real, revigorando as energias e auxiliando no bom desempenho no ambiente de trabalho.

O papel da liderança no mundo dos negócios

Liderança compreende as ações e esforços que um líder faz para alcançar o objetivo através do empoderamento de seus seguidores. Objetivos e seguidores podem variar em escopo, forma e tipo. No entanto, elementos de liderança eficaz podem surgir e ter significado se o aplicativo é uma pequena equipe da liga ou um empreendimento multimilionário.

Uma diferença fundamental entre gerenciamento e liderança é a estrutura de autoridade. Ser líder, de acordo com suas definições, não requer subordinados. Na verdade, os seguidores (embora às vezes porque os líderes são pessoas com autoridade e subordinados) são significativamente diferentes dos subordinados porque escolhem seguir um líder em oposição aos subordinados de um gerente que existem em um relacionamento transacional e são compelidos pelas regras e estrutura de uma organização a obedeça aos gerentes.

Então, o que faz um líder forte ? E como essas habilidades podem ser aplicadas a cargos de gerência? A seguir, habilidades críticas que permitirão a qualquer pessoa atuar como líder entre as pessoas com quem trabalham. Eles também são habilidades que beneficiarão alguém como um papel de gerenciamento e os ajudará a apoiar seus subordinados como um líder, em vez de simplesmente como um gerente.

Para que um líder construa confiança entre seus seguidores ou equipe, eles devem estar dispostos a mostrar empatia. Os líderes devem ser capazes de construir relacionamentos com seus seguidores e a empatia é um grande contribuinte para esse processo.

Os gerentes podem usar o medo e a obrigação de fazer com que seus subordinados sigam suas instruções ou obedeçam. Os líderes operam completamente diferentes e devem motivar seus seguidores a contribuir para a missão por meio do incentivo. Um líder deve ser perito em convencer um seguidor ou grupo de que sua missão ou idéia vale a pena perseguir e deve efetivamente compartilhar sua visão e paixão para que todos os outros estejam dispostos a trabalhar para torná-lo uma realidade.

A gerência pode ser uma posição alcançável, mas a liderança é uma arte e pode ser aplicada em qualquer situação por qualquer pessoa, seja ela designada ou não para uma função gerencial de negócios. A administração é uma parte necessária de um negócio, mas aqueles que desenvolvem suas habilidades de liderança serão infinitamente mais versáteis e valiosos para qualquer empreendimento.

Reajuste de 3,43% é confirmado pelo INSS para aposentados e pensionista em 2019

Os beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que recebem acima de R$ 998 (valor de um salário mínimo), passam a receber a aposentadoria ou pensão com reajuste de 3,43%. As notícias sobre o reajuste foram publicadas no DOU (Diário Oficial da União) após serem confirmadas pela “Portaria do Ministério da Economia” no dia 16 de janeiro de 2019.

As mudanças que ocorreram no valor da aposentadoria já eram ditas como certa desde o dia 11 de janeiro deste ano, logo após a revelação do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) do mês de dezembro do ano passado. O índice é importante para a realização do reajuste do INSS de beneficiários que recebem valores acima do piso estabelecido em todo o país.

A partir deste reajuste, um beneficiário do INSS, podendo ser aposentado ou pensionista que antes recebia R$ 1.000,00, agora irá receber R$ 1.034,30 este ano. Neste caso, o teto da Previdência Social passa de R$ 5.645,80 para R$ 5.839,45 em 2019.

Em 2018, o valor do benefício pago aos aposentados e pensionistas já tinha sofrido aumento de 2,07%. Esse reajuste do benefício este ano segue menor que o reajuste do salário mínimo, que saltou de R$ 954 para R$ 998 em 2019. O reajuste do salário mínimo em 2019 é equivalente a 4,61% e está valendo desde o dia 1º de janeiro deste ano.

Os pagamentos do INSS já com reajuste serão pagos aos beneficiários entre o dia 25 de janeiro e 7 de fevereiro de 2019. Neste caso, a tabela do INSS que traz as datas de pagamentos do benefício deste ano já pode ser consultadas. São datas que tendem a variar conforme o valor a ser pago e o último número do benefício (sem considerar o dígito).

O aumento segue um diferencial de percentual para a categoria de aposentados gerada ao longo dos anos. Desta forma, existe um certo achatamento deste valor em comparação com o reajuste do salário mínimo. Ou seja, o aposentado passa a receber aposentadoria com referência em 5 salários mínimos e ao longo de 12 anos a referência passa a ser de 2 salários mínimos.

Manaira Shopping – Veja como o empreendimento de Roberto Santiago se mantém moderno

Era 29 de novembro de 1989 quando o Manaira Shopping foi inaugurado. Com a promessa de se tornar o maior empreendimento comercial de João Pessoa (PB), o shopping foi idealizado pelo empresário Roberto Santiago, um visionário do setor. Conheça um pouco mais da história de ambos. Boa leitura!

O Manaira Shopping

Quando foi inaugurado, “shopping da cidade” como ficou conhecido, era (e ainda é) uma das principais atrações da capital paraibana e mesmo hoje não perdeu seu brilho. Sua arquitetura mudou ao longo dos anos, conduzidas principalmente pelas cinco expansões e constantes obras para levar mais lazer ao público.

A área inicial em 89 era de 12 mil m² e 94 lojas. Atualmente são 280 lojas em uma Área Bruta Locável de 75 mil m². Um crescimento considerável, mas que ao mesmo tempo trouxe mais conforto e modernidade ao empreendimento de Roberto Santiago, que permanece a par das tendências de lazer e diversão.

Um exemplo é o moderno cinema de onze salas. Além das convencionais, há também salas 3D e VIP, todas equipadas com modernos equipamentos de exibição, além do Sistema Stadium. Nele as poltronas são ordenadas assim como uma arquibancada, trazendo o público para perto da tela e ampliando seu ângulo de visão. A lanchonete completa também merece ser citada.

O shopping conta também com sofisticado Game Station com mais de 200 máquinas e jogos eletrônicos. São opções para todas as idades e preferências, mas se ainda sim não se sentir satisfeito ainda há pista de boliche, salão de festas, praça de alimentação ampla, espaço gourmet e muito mais.

O destaque fica por conta da Domus Hall, casa de shows instalada na cobertura do Manaíra. Sua capacidade é para 4 mil pessoas sentadas e 10 mil em pé, dependendo do tipo de evento que irá receber. O espaço recebe shows, apresentações musicais e artísticas, eventos corporativos, entre outros. Tudo com segurança e comodidade.

O Manaíra é um grande fomentador do desenvolvimento da região e mesmo com a inauguração de outro empreendimento de Roberto Santiago, o Mangabeira Shopping (inaugurado em 2014), não perdeu mercado. De acordo com o empresário o shopping inaugurado na década de 80 apresenta de 10% a 15% de crescimento de público.

Ambos os centros comerciais mostram o potencial econômico gigantesco, apresentando lojas tradicionais e modernas, atrações impressionantes, além de oportunidades para quem quer comprar e investir.

Quem é Roberto Santiago

É empresário nascido e criado em João Pessoa – PB. Atualmente com 60 anos, Roberto Santiago estudou durante a infância no Colégio Marista Pio X, uma das mais tradicionais instituições de ensino da capital paraibana. Na juventude formou-se em Administração de empresas pelo Centro Universitário de João Pessoa.

Aficionado por esportes como kart e motocross, Santiago deus seus primeiros passos profissionais no Café Santa Rosa. Assim que adquiriu certa experiência investiu em sua própria empresa de cartonagem, técnica que permite a criação de vários objetos utilitários e decorativos. Passou pelo setor de loteamentos antes de se tornar o “homem forte” do ramo dos centros comerciais.

Mastercard retira nome da empresa do logo como estratégia de mercado

As inovações tecnológicas já diversificaram bastante a forma como as pessoas realizam pagamentos atualmente. Como exemplo dos talões de cheque e das cédulas de dinheiro, que quase foram extintos por causa dos cartões de crédito e débito, agora quem está sob constante ameaça são os próprios cartões, que deverão em breve ser substituídos pelos pagamentos digitais.

Pensando em todas essas questões, a empresa Mastercard revelou em novas notícias seu novo logo, que destaca todas essas mudanças vivenciadas pela sociedade em relação as diferentes formas de pagamento. De acordo com a Mastercard, a mudança do design de seu logo foi estruturada com o pensamento de um futuro sem cartões ou dinheiro em papel.

A maior mudança no logo está na retirada do próprio nome da empresa. Isso porque a Mastercard quer que os consumidores não assimilem a empresa apenas com “cartão de crédito”. Segundo a empresa, a ideia é levar o consumidor a uma associação da marca com “soluções de pagamento”. Isso porque a empresa pensa em lançar em breve novos métodos de pagamento que permitiram a mudança para o meio digital.

O logo manteve apenas os círculos vermelho e amarelo característicos da marca. Em 50 anos de existência da Mastercard, esta é a primeira vez que o nome da empresa fica de fora do logo. Em um comunicado feito à imprensa a Mastercard afirmou: “O consumo e o comércio tem evoluído continuamente, dessa forma o símbolo da empresa representa a Mastercard mais do que qualquer outra palavra. Por isso, mantivemos o design moderno e flexível para que a empresa fique por dentro do cenário digital”.

De acordo com a Mastercard, a mudança no logo foi sustentada por longos vinte meses de muita pesquisa. A empresa queria garantir que seus consumidores reconheceriam o logo da marca em qualquer lugar do mundo sem necessariamente ter o nome da empresa escrito. Por isso a empresa utilizou artifícios para testar a sua popularidade entre os consumidores mundiais, relacionando a força que os dois círculos da marca representam para o mundo. O resultado de toda essa pesquisa foi de que 80% dos consumidores foram capazes de reconhecer o símbolo da Mastercard de forma espontânea sem precisar ler o nome da empresa.

Economia empreendedora

Posted by ORN on February 4, 2019 in Empreendedorismo | Short Link
No Comments on Economia empreendedora

O treinamento pode mover um indivíduo apenas até o momento ao longo da jornada para se tornar um líder, porque o fato é que nem todos os líderes precisam do mesmo conjunto de habilidades . Eles só precisam das habilidades que atendem às demandas da situação específica e precisam saber quando e como usar essas habilidades efetivamente. Dado que os desafios enfrentados pelos líderes podem variar significativamente, é uma suposição não razoável pensar que todos os líderes precisam de habilidades básicas de gerenciamento ou que o mesmo conjunto de habilidades é necessário para um líder em potencial em várias situações futuras.

Mahatma Gandhi formou-se em direito pela University College London e trabalhou na África do Sul por duas décadas lutando contra a discriminação racial. Ele dominou a arte de fazer roupas caseiras que ele compartilhou com as pessoas em sua aldeia para cultivar a economia local. Este simples ato o tornou muito popular entre os habitantes locais.

Rosa Parks frequentou a Escola Industrial de Montgomery para Meninas e mais tarde a Faculdade de Professores do Estado do Alabama. Ela trabalhou em vários casos com a NAACP em Montgomery, Alabama, e era conhecida como uma costureira habilidosa. Na idade de 42 anos, sua ação desafiadora em um ônibus Montgomery lançou-a no centro das atenções da história.

Winston Churchill, filho de um proeminente político britânico, frequentou o Colégio Militar Real Britânico e depois serviu como correspondente de guerra, soldador, escritor e membro do Parlamento. Tendo trabalhado o seu caminho através das fileiras, ele foi nomeado primeiro-ministro em 1940. Ele exercia um uso admirável da linguagem e confiantemente reuniu sua nação devastada pela guerra com a proclamação de que “nós nunca nos renderemos!”

Não apenas os líderes devem ter a combinação de habilidades que correspondem às demandas da situação, mas o líder em potencial precisa ser determinado, corajoso e persistente o suficiente para trazer essas habilidades para resistir à oposição. Essas características são mais bem pensadas como traços de personalidade que podem ser identificados, mas não são facilmente entregues por meio de treinamento. Sem as características certas, um líder em potencial pode sucumbir aos desafios em questão. Gandhi, Parks e Churchill demonstraram esses traços, embora em diferentes momentos e de maneiras diferentes.

Um império do turismo criado pelo executivo brasileiro Guilherme Paulus

Atualmente o maior empresário da história do turismo brasileiro, Guilherme Paulus é reconhecido nacional e internacionalmente por seus serviços. Fundador da operadora e agência de viagens CVC, ele é o presidente do Grupo GJP, que administra a GJP Hotels and Resorts.

 

Paulus foi também membro do Conselho Nacional de Turismo e presidente do Conselho de Administração do Convention and Visitors Bureau de São Paulo. Ele também já deteve o cargo de vice-presidente de Relações Internacionais da Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV).

 

Com o GJP Hotels and Resorts operando em mais de 20 localidades, como Maceió, Recife, Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro, a Ideamensch viu valor na recuperação de uma entrevista de Guilherme Paulus.

 

Quando perguntado sobre a ideia inicial para a empresa, Paulus admite que a ideia realmente pertencia a Carlos Vicente Cerchiari. Ele conheceu o deputado estadual na época em uma viagem de barco, onde Cerchiari se propôs a um jovem Paulus se unir para iniciar uma agência de turismo em Sant André.

 

Paulus forneceu as bases e os esforços iniciais, Cerchiari forneceu o investimento. O empreendimento que colocaria Guilherme Paulus no mapa começou enquanto ele ainda trabalhava na Casa Faro como vendedor.

 

Suas habilidades em empreendedorismo vieram à luz no processo de abertura de seu primeiro local. Ele e Cerchiari foram parceiros durante quatro anos antes de Paulus ter iniciado por conta própria e começou sua impressionante expansão.

 

O dia típico para Guilherme Paulus começa com gratidão, diz ele. Um homem de negócios otimista ao extremo, entregando-se ao otimismo, ajuda Paulus a aguardar seu cronograma semanal organizado e produtivo todos os dias. Ao implementar ideias, o executivo valoriza a ação.

 

De acordo com ele, você simplesmente não sabe se uma ideia é boa, a menos que você a experimente. Quando se trata de tendências que o entusiasmam, Paulus fica feliz em ver como a tecnologia afeta a vida cotidiana.

 

As informações que viajam tão rapidamente de uma pessoa para outra permitem que ele interprete rapidamente as necessidades de seus clientes e implemente novos modelos ainda mais rapidamente. A conectividade constante também ajuda seus negócios, permitindo que ele acompanhe as tendências do mercado.

 

Guilherme Paulus quer tornar o Brasil um destino atraente para o turismo

 

Ainda durante a entrevista à Ideamensch, Paulus mencionou algumas dicas para os jovens de hoje sobre como gerenciar seu tempo e se manter organizado. Ele até disse que a melhor prática como líder de negócios é manter contato com os funcionários da empresa e também com os clientes.

 

É essa prática que o ajudou a se atualizar com os últimos acontecimentos na empresa e no setor de turismo. Isso também permitiu que ele entendesse o que motiva as pessoas de hoje a trabalhar duro para ajudar sua empresa a crescer. Os funcionários são o reflexo da cultura da empresa e ele quer melhorar.

 

O empresário de sucesso sente que muitos jovens executivos devem se juntar à indústria do turismo, pois há muitas oportunidades lucrativas de carreira para os candidatos certos no setor.

 

Paulus faz um esforço para tornar o Brasil desejável para os outros e quebrar os mitos que muitas vezes impedem as pessoas de visitar o local. Ele quer mostrar às pessoas que o Brasil tem algo para todos.

 

Quer se trate de casais ou familiares, todos podem passar momentos maravilhosos no Brasil. Ele também tentou aliviar as exigências de visto para muitos países residentes para que eles visitassem o país sem qualquer problema.

Tags: , , ,

Agenda do empresário Guilherme Paulus mantém foco no desenvolvimento dos setores turístico e hoteleiro

O empreendedor e empresário Guilherme Paulus, fundador da gigantesca operadora de viagens CVC e dono da GJP Hotels & Resorts, continua a dedicar-se vigorosamente em prol do desenvolvimento dos setores turístico e hoteleiro.

No final do penúltimo mês de 2018, o empresário marcou presença e participação no concorrido evento intitulado Fórum Conectividade – Hub de Negócios organizado pela Promo Marketing Inteligente em associação com a Mercado & Eventos. Na ocasião, centenas de profissionais e lideranças do setor aproveitaram o ambiente oportuno para a proposição de novas estratégias, ideias e alternativas com o objetivo de incentivar o avanço da indústria do turismo e da aviação comercial. O evento ocorreu no prestigiado Teatro Renaissance, situado na cidade de São Paulo, e foi dividido em 6 painéis. No painel intitulado “Formação de Hub”, o empresário Guilherme Paulus teve a oportunidade de entrevistar Arialdo Pinho, então secretário de turismo do Estado do Ceará. Na ocasião, Paulus e Pinho discutiram, entre outros assuntos, as melhores práticas para a cooperação e conectividade entre os diversos envolvidos na dinâmica aeroportuária.

Guilherme Paulus também já participou da série de encontros Você com o Presidente promovida pela ADVB/RS. Na ocasião, o empresário aproveitou a palestra “Empreendedorismo” para compartilhar parte da experiência executiva, gerencial e administrativa adquirida ao longo de quase 50 anos de atuação no ramo turístico. A participação do empresário foi credenciada tendo em vista a sua longa trajetória de sucesso nos negócios. Guilherme Paulus foi o responsável por alçar uma pequena agência de viagens do ABC Paulista ao posto de maior operadora de viagens do Brasil. Atualmente, a CVC Viagens possui mais de 1100 lojas distribuídas em todo o país e, todos os anos, transporta 4 milhões de pessoas. O faturamento da empresa superou, há muitos anos, a casa dos bilhões de reais.

Em dezembro de 2018, Guilherme Paulus utilizou seu patrimônio para a promoção do ramo hoteleiro de forma inusitada. Um dos hotéis da GJP Hotels & Resorts, o prestigiado Wish Foz do Iguaçu, foi o palco de apresentação da última etapa do circuito Iguassu Golf Tour. Mais de 70 jogadores puderam experimentar os campos de golfe sob tutela da bandeira Wish. Dentre os competidores, destacaram-se, também, argentinos e paraguaios. O evento notabilizou-se, dentre outras razões, ao atrair a atenção de importantes especialistas no assunto. Durante o evento, Paulus demonstrou a sua satisfação pessoal com o desempenho do então ministro do turismo Vinicius Renê Lummertz. A destreza na condução da transição de governo foi enfaticamente elogiada pelo empresário. Paulus também fez questão de salientar toda a confiança no trabalho de Marcelo Álvaro, novo condutor do ministério do Turismo. Finalizando, Paulus expressou alívio e comemorou a continuidade da pasta.

Copyright © 2016-2019 Falando de Frente All rights reserved.
This site is using the Shades theme, v2.4.1, from BuyNowShop.com.